terça-feira, 28 de julho de 2015

SANTO PRINT, BATMAN!!!


Macacos me mordam!!! Depois de o autor Abc postar as referências e o processo de criação de seu print - a mais nova novidade (com pleonasmo e tudo!) que o EL FANZINE vai marotamente lançar na Parada Gráfica de Porto Alegre (já falamos sobre esse evento aqui), nos dias 01 e 02 de agosto - o autor Tito Camello ficou com invejinha e resolveu contar pra gente também os bastidores do print que vai mandar ao evento na mochila dos parceiros, já que ele não estará de corpo presente na Parada Gráfica. A crise tá braba, amigo!
Manda bala, Tito! 

"Quando alguém chegou na reunião da diretoria do EL FANZINE com a ideia de produzirmos prints pra venda em eventos, logo me veio à mente o Batman do seriado dos anos sessenta.
"Falou comigo?"

Não sei o porquê. Talvez tenha sido a cerveja (sim, eu estava bebendo. As reuniões de diretoria do são regadas a muito álcool e gargalhada). O fato é que a morcega já havia se escolhido para ser a estrela do print que me coube. Só faltava bolar a ilustração. 
Decidi logo que tinha que ser uma cena icônica, digna de representar bem esse pequeno pedaço de obra-prima pop que até hoje não foi superado por nenhuma outra versão do cruzado encapuzado de Gotham City (CHUPA, BEN AFFLECK!). 


E que melhor imagem do que a cena da bomba? Não sabe a qual cena me refiro, molequinho juvenil sem pelos no suvaco? Essa aqui ó:

(Foi o melhor vídeo que consegui achar no YouTOBA. Ignore o Batman do Burton...)

Esse é um dos melhores momentos já registrado na história da televisão mundial (junto com a cena da dancinha e do surf com o Coringa - essa última será tema de outro print que farei em breve. Fique ligado!). Eu não tinha como deixar passar. Preparei o mate, sentei na prancheta e parti pro combate. Não salvei imagens dos rascunhos ou do processo de produção. A única que sobrou foi essa aqui:
Santo lápis azul, Batman!!!
E esse videozinho cretino, já dando o acabamento em nanquim:


Finalizando a bagaça, pra poupar o seu e o meu tempo, eis a criança nascida e banhada:

É claro que eu não podia deixar de inserir uma das célebres frases de suspense que encerravam os episódios da série, introduzindo o clima para o próximo bat-episódio (se, mais uma vez, você não sabe do que estou falando, garotinho imberbe, deixe de ser preguiçoso faça uma pesquisa no Google). Um sombrero e um bigode no logotipo dão o toque cucaracha caracterísico do EL FANZINE.
Este e outros prints estarão disponíveis pra venda nos eventos em que marcaremos presença e
também pela internet. 
Por um bat-preço baratinho, claro."

2 comentários:

Ozymandias Realista disse...

E eu, lendo e vendo as referências com um sorriso no rosto achando que essa seria a capa do El Fanzine #05...

Tito Camello disse...

Hahhahaha, o ELF não tem dinheiro em caixa pra bancar um processo judicial por uso indevido de imagem, meu camarada! Teríamos que pagar indenização com favores sexuais...